Futuro do ponto de vendas: tendências e boas práticas

Vai chegando fim de ano e o mercado não escapa da clássica pergunta: quais são as expectativas e tendências para 2021? E agora, qual o futuro do ponto de vendas?

A gente sabe que este questionamento é essencial para o planejamento dos negócios. Por isso, nos antecipamos e já falamos sobre as tendências do varejo. Se quiser saber mais, basta clicar aqui.

Todavia, quando falamos do futuro do ponto de vendas devemos nos lembrar, antes de mais nada, que o primordial precisa ser bem feito. Não adianta elaborar ótimas ações personalizadas e não ter o produto disponível para o cliente.

O fatídico mês de março de 2020 culminou em muitas dúvidas e uma certeza: os desafios continuarão a ser diários. Desta forma, foco no cliente, valorização do capital humano e simplificação de processos seguem no checklist do próximo ano.

Neste contexto, confira logo a seguir as boas práticas no ponto de vendas.

Boas práticas no PDV

1. Clientes no centro das decisões

Este item nunca muda: saber os hábitos e preferências do público-alvo é fundamental. De antemão, podemos citar alguns atributos decisivos para a escolha dos shoppers:

  • Boa experiência no processo de compra;
  • Praticidade;
  • Comunicação personalizada;
  • Se sentir único;

Defina os grupos de clientes e pense em ações promocionais e de comunicação direcionadas para um deles no ponto de vendas.

Veja também: Como dar desconto para clientes?

2. Foco nas estratégias de Customer Experience

De acordo com a WGSN, autoridade global em tendências de consumo, o foco em lugares seguros é uma das tendências de consumo que mais serão valorizadas pelas pessoas em 2021.

Juntamente com este ponto, promover uma experiência humanizada entre clientes e marcas possibilita conversões de vendas rápidas e de maneira amigável.

Lembre-se: melhorar a execução no ponto de vendas é tarefa diária. A gente falou mais sobre isso neste artigo aqui!

3. Agilidade nos processos

Seja como for, não é apenas entregar um celular ou tablet para o profissional e fazer a mágica acontecer. O know-how de cada um é fundamental quando falamos em novos processos.

A sinergia entre vendas e merchandising é essencial. Dessa forma, pensando em agilidade, a tecnologia é uma grande aliada.

O Dexer por exemplo, acompanha a execução das tarefas dos promotores no ponto de vendas em tempo real e coleta dados das visitas, o que resulta em mais eficiência nas ações de trade marketing.

Continue com a gente e veja as principais tendências no ponto de vendas para 2021!

Curiosidade: A Nestlé abriu a primeira universidade corporativa com cursos reconhecidos pelo MEC. Eles estão investindo na capacitação e desenvolvimento dos promotores de vendas e merchandising. Muito bom né? Pode inspirar outras grandes marcas.

Tendências no PDV

Hoje, o sucesso dos negócios está diretamente ligado à sua presença digital. Falar sobre a integração entre o físico e o digital nunca foi novidade, contudo, o processo foi acelerado em função da pandemia.

1. Sinalização e interação digital

Telas sensíveis ao toque e painéis eletrônicos no ponto de vendas, além de chamarem a atenção, podem ser usados para aplicar algum benefício ao cliente. Por exemplo: criação de cartão fidelidade, visualização 360º dos produtos ou até mesmo cupons promocionais.

O conteúdo nunca foi tão importante. Portanto, reter a atenção do cliente, mesmo que seja por poucos segundos, é um desafio!

Nesse sentido, ao exibir um vídeo em um painel com informações detalhadas pode fazer a diferença na decisão de compra.

2. Pagamentos por aproximação

Certamente você já usou ele pelo menos uma vez. Mais do que queridinho da vez, o QR Code desempenha um papel fundamental nesta época de pandemia.

Frequentemente vemos o anúncio de algum banco digital, com diversas opções de aplicativos financeiros, o consumidor pode fazer pagamentos sem contato físico ou manuseio de dinheiro.

3. Mapas de calor

Definitivamente, encontrar o melhor lugar para posicionar o produto faz a diferença no relatório final de vendas.

Desta forma, o mapa de calor é um importante aliado no ponto de vendas. Descobrir em qual local o consumidor passa mais tempo, e até mesmo, em quais dias e horários é fundamental para auxiliar na tomada de decisão.

Curiosidade: Conforme o monitoramento da Neogrid, que acompanha as informações de 40 mil varejistas do Brasil, o índice de ruptura da principal bebida alcoólica brasileira, a cerveja, atingiu quase 19% em outubro deste ano. Hora estava mais cara, hora faltava na gôndola.

Agora é analisar o planejamento, orçamento e decidir quais as melhores ações para o próximo ano. Esperamos que este conteúdo te ajude!

Queremos te ver atingir os melhores resultados e aumentar sua vantagem competitiva. Estamos aqui para te ajudar a impulsionar seu negócio! Clique aqui e saiba mais!

Manuel Sobrevivência Equipe de Vendas indústria investimento Varejo erros gestão de vendas vendedor externo desconto pronta entrega liderança controle de visitas

CATEGORIAS

Qual assunto você busca?

MATERIAIS GRÁTIS

Aumente seus resultados e alavanque a produtividade da sua Equipe de Vendas.
Faça o download gratuitamente!